30 de dez de 2010

Desejo


Desejo à todos nesse novo ano muita saúde, muitas relizações, muitos sonhos, muitas alegrias e muitos abraços apertados, muitos beijos apaixonados.
Que não falte uma companhia, um ombro amigo, um sorriso carinhoso, uma mãozinha amiga nas horas difíceis.
E não poderia faltar: muita esperança e fé.
Feliz 2011!!!!!!

bjux


23 de dez de 2010

Feliz Natal!!


À Todos os amigos e visitantes:
Um Natal de Paz, Harmonia e muita benção de Deus!


20 de dez de 2010

Meu Silêncio


Estou há duas semanas de férias e ainda não fiz nada que tinha planejado!
Por que é sempre assim?
A gente planeja tudo com antecedência e aí na hora a gente vai mudando, dando um jeitinho, deixando pra depois e as férias acabam.

Pelo menos uma coisa eu fiz e estou gostando, pretendia nessas férias cuidar um pouco de mim e estou fazendo um tratamento estético para melhorar "minha beleza" (kkk!) um pouquinho.

Em uma das sessões eu estava deitada, com máscara no rosto (lindamente vermelha) e ouvindo uma música instrumental de fundo muito relaxante, foi quando percebi como estava tranquila ali sozinha. Há muito tempo eu não ficava tão bem assim!

A correria do dia a dia, as preocupações, as obrigações, tudo acontecendo muito rápido e ao mesmo tempo.

Eu precisava respirar.
Esse foi um modo de conseguir isso, respirar e alcançar a paz. Precisava ficar só comigo mesma. Deixar os pensamentos em branco, só respirando e relaxando.

Que maravilha!

Fui procurar uma coisa e resolvi outra, rs.

O que eu pretendo nesse próximo ano é isso, encontrar tempo pra mim mesma, ficar em paz, relaxar e ser feliz.

Tenho cuidado de todo mundo e não sobra tempo para mim...
Vou me cuidar melhor.

Não sabia como precisava ficar só, sem preocupações, sem tudo, apenas eu e o silêncio.

15 de dez de 2010

Fim da história

Novidades!!
Sim, tenho uma novidade inesperada....
Eu tinha escrito há tempos no post Relacionamentos complicados sobre minha amiga, escrevi novamente esse ano em Relacionamentos complicados II e disse que qualquer novidade estaria contando.
Bom, aconteceu!
Há alguns meses eles marcaram a data do casamento, (viva!) e eu apesar de estar torcendo para tudo dar certo não estava 100% certa disso, já que o noivo não era de toda confiança...
Para falar a verdade nem sei mesmo como ela conseguiu convencê-lo a se casar, ela fez o mesmo velho e conhecido discurso sobre o tempo que já tinham juntos, que era hora de tomar uma decisão, que queria dar o próximo passo, blá, blá, blá... e que estava na hora porque ela estava ficando velha ( ela tem 27 anos) e queria ser mãe antes dos 30..., e não sei como dessa vez ele aceitou rapidinho. No outro dia procurou uma igreja perto de onde moram, mostrou a ela, acertou a data e pronto! Estava marcado.
Sou amiga dela há 4 anos, ela namorava com ele há mais ou menos uns 4 anos, depois ficou noiva há 3 anos e alguns meses depois do discurso final tudo acabou. Quase 8 anos juntos... quanto tempo!
Finalmente ela conseguiu o que queria: Casamento!
Eles se casaram, foi uma cerimonia muito bonita, estavam emocionados, foi perfeito como ela queria.
Se foi o certo; se serão felizes, se ela ficará bem ... não sei dizer, só com o tempo. Mas o que eu fiz, faço e continuarei fazendo é desejar que tudo dê certo e que Deus os abençoe sempre.

10 de dez de 2010

Dizer ou não dizer alô


Acho que não gosto de telefones...
Não, na verdade não gosto de falar ao telefone...
Não sei por que eu prefiro falar pessoalmente ou escrever, ligar para alguém não faz meu estilo.

É muito estranho, hoje em dia vemos todo mundo grudado ao celular, horas a fio, não sei como conseguem... acho tão estranho, desagradável e impessoal...

Crianças, jovens, adultos, todos tem uma facilidade incrível em conversar, até parece que a outra pessoa está ao lado, tudo muito normal.

Eu sei, eu sou a estranha!

Se eu puder evitar eu evito, deixo para conversar outro dia ou escrevo uma mensagem, mas não ligo, nem gosto de atender o telefone.
Em casa tem dois telefones, um na sala outro no meu quarto(?), fora os celulares, quando eles tocam eu já fico esperando que alguém atenda, qualquer um menos eu...

Acho que preciso de um psicólogo urgente, kkkk.

Sempre fui assim, nem sei quando começou. Pensei que era por causa da minha timidez, que um dia passaria, não passou...
Será que existe alguma síndrome de medo de telefone?! :)









4 de dez de 2010

Poesia




Onde você vê um obstáculo,
alguém vê o término da viagem
e o outro vê uma chance de crescer.
Onde você vê um motivo pra se irritar,
Alguém vê a tragédia total
E o outro vê uma prova para sua paciência.
Onde você vê a morte,
Alguém vê o fim
E o outro vê o começo de uma nova etapa...
Onde você vê a fortuna,
Alguém vê a riqueza material
E o outro pode encontrar por trás de tudo, a dor e a miséria total.
Onde você vê a teimosia,
Alguém vê a ignorância,
Um outro compreende as limitações do companheiro,
percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo.
E que é inútil querer apressar o passo do outro,
a não ser que ele deseje isso.
Cada qual vê o que quer, pode ou consegue enxergar.
"Porque eu sou do tamanho do que vejo.
E não do tamanho da minha altura."

Fernando Pessoa

Não sei o nome desse poema, encontrei ao ler sobre o autor e achei que era uma ótima maneira de descrever como é a vida.

28 de nov de 2010

Existem amigos?


Sabe, eu estou começando a acreditar que realmente não existem amigos...
Existem companheiros de caminhos, que encontramos em algum momento de nossas vidas e nos separamos sem muito apego em outros momentos da vida...

Eles fazem participações até importantes em nossas vidas mas nunca nos acompanham até o final de nossa caminhada.

As vezes nossos caminhos se cruzam novamente e voltam a se separar com o tempo.
São muitos os caminhos, são muitas escolhas, mas a nossa jornada é solitária e apenas nós mesmos podemos seguir nosso caminho.

Não acredito mais em amizade para a vida toda, até podemos nos sentir amigos só não sabemos se é recíproco. Tem momentos que achamos que temos amigos e na verdade estamos sozinhos, ou então nos consideramos amigo de alguém e esse alguém não nos considera como amigo...

Consideração é o que tem faltado em minha vida!

Pensava que podia contar com algumas pessoas, mas só me decepcionei e olha que eram poucas as pessoas que eu pensava que eram minhas amigas.........
Agora sei que sou sozinha.

Está certo que não éramos mais grudadas agora, de nos falarmos toda semana, nem nada disso, mas sabe quando achamos que não importa o tempo nem a distância poderíamos contar com essa pessoa.... foi esse o caso. Passaram-se os dias e eu não era mais considerada amiga por parte dela.
Depois de anos juntas, das conversas, dos conselhos, das alegrias, dos momentos difíceis, das colas na sala de aula (rs), do emprego que ajudei a conseguir, dos incentivos para não desistir do namorado,... parece que já não era mais importante me considerar amiga.

Não estou com raiva, apenas magoada e triste.
Não sei se meu caminho se cruzará com o dela novamente, nada nessa vida é definitivo, mas hoje não pretendo mais achar que a amizade pode ser duradoura nem totalmente verdadeira.

Sei que posso ser amiga esse é o meu jeito, só não esperarei mais nada de pessoas que se disserem minhas amigas.

E contrariando o que eu disse até agora, um video para quem ainda acredita em AMIGOS.

19 de nov de 2010

Eh vida complicada...


Eu fico entediada as vezes rápido demais.
Apesar de achar a rotina de certo modo segura e confiável, fico enjoada querendo mudanças...
Da mesma maneira que me apego facilmente as coisas, também fico entediada facilmente...
Com tudo isso, tenho mania de ficar vários anos na mesma empresa, cinco, quatro anos é o de praxe.

Estou há mais de um ano trabalhando nesta empresa e mesmo não sendo na área que me formei, gosto do que eu faço. De repente uma amiga me informou sobre uma área totalmente diferente, que está precisando de uma demanda grande de profissionais mas o mercado não está dando conta. A pessoa faz um curso, faz um estágio e já sai empregada. Parece mentira não é? Eu pesquisei e me informei a respeito e é tudo verdade! E o melhor: o salário inicial é mais ou menos, três vezes maior do que recebo hoje... Nem vou falar que fiquei intrigada com isso e comecei a avaliar o que sentia a respeito ao meu emprego.
Essa amiga está deixando o serviço dela para fazer o curso.
Só que aí vem as dúvidas: Devo trocar o certo pelo duvidoso?, Será que vou gostar dessa área?, Devo continuar nesse ou continuar tentando algo na minha área?, O salário fala mais alto?, Será que nessa nova área terei mais chances de crescimento?
Não paro de fazer milhares de perguntas....

Não sei se está na hora de tentar algo novo, sei que trabalho muitas horas por dia, ganho razoável e não tenho chances de crescimento. Para quem gosta de comodidade e rotina, esse é o serviço.
Sei que posso continuar nesse serviço, mas espero algo melhor, só não sei se é na minha área ou em outra qualquer...

Essa nova área tem muito campo de serviço, é de muita responsabilidade, e eu nem imaginava que existia, pois nunca me imaginei trabalhando nesse setor. O que não indica que eu não vá gostar, não é mesmo? Afinal nunca tentei.
Bom, não sou casada, não tenho filhos e minhas responsabilidades posso cumprir.
Seria a hora exata de jogar tudo para o ar e mudar de serviço?
O maior tempo que fiquei desempregada foi sete meses e foi terrível!!! Não quero passar por isso novamente, se eu não me adaptar ao novo emprego e tiver que desistir?
Ou seria esse um grande passo que eu esteja mesmo precisando para mudar minha vida?
Estou muito confusaaaaaaaaa!
E a coragem que me escapa entre os dedos...
Sugetões, por favor!

15 de nov de 2010

Objetivos


Vale a pena?!
Tanto esforço?
Tanta correria?
É necessário mesmo isso na sua vida?
O que te impulsiona?
O que faz você ter tanto trabalho?
O que te faz levantar cedo e aguentar o dia todo?
Que recompensa você espera receber no fim de tudo?
Para que lutar tanto, se privar de coisas na esperança de algo melhor?
Para que tanto sacrifício?
O que te espera no fim do arco íris?

São muitas as perguntas para na verdade saber o que é importante na sua vida ou o que você espera da sua vida.
A gente nasce, cresce, morre e ponto final.
Passamos nossa vida nos esforçando, tentando ser o melhor que conseguimos, lutando para sobreviver e esperando alguma coisa, qualquer coisa que seja por mérito nosso.
Cada pessoa tem seu objetivo a ser alcançado e pelo qual esta disposto a brigar com unhas e dentes.
Algumas vezes, ao alcançar seu objetivo logo aparece outro e assim sempre existe um objetivo.

.... mas será que não podemos viver sem isso?

Sem correr atrás de nada, de ser feliz somente com o que temos e o que somos?
Será que esse objetivo é o correto? Ou será que estamos escolhendo alheatóriamente?
Vale a pena o que você deseja? Faria qualquer coisa por ele?
O que te tira o sono?
O que você pensa assim que acorda?
O que te faz suportar críticas e stresse?
Você será uma pessoa melhor se conseguir isso?

Pense...

2 de nov de 2010

Amélia


"Amélia que era mulher de verdade".

Essa frase é mesmo verdadeira?
Existe ou existiu uma mulher como Amélia?
Temos um pouquinho de Amélia dentro de nós???

Hoje em dia com nossas vidas corrida quase não temos tempo para nada, nem para pensar muito. Muitas coisas vão acontecendo no improviso mesmo, quase automaticamente, tipo ação e reação...
Com isso, ser cuidadosa, prendada, atenciosa, nem sempre é o que temos em mente.
Quantos papéis temos em um dia: filha, esposa, mãe, irmã, profissional, amiga, dona de casa, um pouco enfermeira, um pouco economista, um pouco faz tudo, e segue ainda mais...

Eu acho que as mulheres de antigamente eram mais mulheres, deixe-me explicar: só cuidavam do marido e filhos, assim sobrava tempo para se cuidarem melhor, cuidar da casa melhor.
Hoje tempos que priorizar, a maioria das vezes deixamos nós mesmas por último.
Tem muitas mulheres que não dão conta, um exemplo é minha irmã que sempre pede uma ajudinha da minha mãe para deixar a casa em ordem, ela gosta de ter tempo pra ela e acaba deixando de fazer alguma coisa que por fim se acumula e ela corre para a mamãe, rs.

Tem mulheres que tem pulso firme e conseguem ter tudo em ordem, casa, marido, filhos, trabalho e ainda sobra tempo para irem a academia ou igreja ou apenas passear... Conheço poucas mulheres assim, mas posso garantir que elas existem!

Eu aprendi de tudo, desde pequena ficava olhando tudo o que minha mãe fazia e queria aprender, particularmente adoro cozinhar, mas odeio lavar louça, kkk. Tenho algumas amigas que não sabem nada de cozinha, compram tudo pronto ou pré pronto, nem tem ideia como são preparados os pratos que elas adoram... Costurar então, parece bicho de outro mundo, não sabem nem remendar, na máquina ou a mão, preferem comprar algo novo ao ter que arrumar o que foi rasgado.

É muito fácil cozinhar, limpar, passar, o difícil é conviver, é lidar com as pessoas.
Assim é nesse ponto que acabamos perdendo mais tempo de nossas vidas, tentando entender e agradar os outros.

31 de out de 2010

Voltei


Olá todo mundo!

Fiquei um tempinho fora da net, vocês nem imaginam a falta que senti de tudo isso!!!
Fui pega de surpresa quando meu monitor queimou... isso mesmo! Eu nem imaginava que hoje em dia com tanta modernidade os monitores ainda queimam... rs.
Aí, sabe como é, precisei de um tempinho para poder comprar outro.

Massss, agora está tudo bem.
Outra novidade é que meu tratamento está correndo bem, refiz alguns exames, aumentaram mais um remédio um pouco mais específico, mas está tudo bem, os níveis de colesterol baixou apenas o triglicerides não quis recuar muito..., a pressão também está se mantendo na linha. Graças a Deus! Até estou pegando gosto por caminhadas, rs.

Hoje consegui fazer algumas visitas aos blogs que eu gosto, preciso continuar tenho mais visitas a fazer.

Minhas férias está chegando, ufá! Estou cansada mesmo esse ano!!! Esse ano passou muito rápido, já estamos no Natal ( praticamente, kkk)... O estresse dobrou, a mente quase pifou e os dias passavam sem piedade. Acho que já estou no balanço de fim de ano, rs.

Por agora, fica assim. Voltei e vou continuar por muito tempo.
Obrigada a todos pelo carinho!
;)

17 de out de 2010

Sem tempo


Semanas corridas...
Estou quase sem tempo para fazer visitas aos amigos blogueiros que eu tanto gosto...
Peço desculpas.
Até aqui estou postando menos, se vocês repararam bem.
Não estou conseguindo administrar bem o meu tempo, mas vou melhorar! Tem tanta coisa que eu penso e não postei ainda... tanta coisa que acabo até esquecendo... sabe como são as inspirações ou melhor meus pensamentos avulsos e profundamente compulsivos, rs.
Percebi que muitos blogs deixaram de postar, ou simplismente apagaram por completo...fiquei muito triste com isso!
É claro que tem blogs que deixaram de postar seus comentários, o que também me entristece... já que preciso de muitos conselhos...
A gente se acostuma com as visitas, seguindo seus blogs, parece que fazemos parte de suas vidas ( mesmo que seja virtualmente ), sentimos carinhos por compartilharem seus segredos, pensamentos, ...., aí de repente somem....
Muito triste!!!!
Espero que isso mude, que todos consigam tempo para postarem em seus blogs e fazerem visitas também! (isso me inclui!)



10 de out de 2010

Valeu a pena?!



"Se meus joelhos
Não doessem mais
Diante de um bom motivo
Que me traga fé
Que me traga fé

Se por alguns
Segundos eu observar
E só observar
A isca e o anzol
A isca e o anzol
A isca e o anzol
A isca e o anzol

Ainda assim estarei
Pronto pra comemorar
Se eu me tornar
Menos faminto
Que curioso
Curioso

O mar escuro é
Trará um medo
Lado a lado
Com os corais
Mais coloridos

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Pescador de ilusões
Pescador de ilusões

Se eu ousar catar
Na superfície
De qualquer manhã
As palavras
De um livro
Sem final! Sem final!
Sem final! Sem final!
Final..."

Pescador De Ilusões
O Rappa


As vezes o que temos que fazer é apenas observar... Parar, olhar o que está acontecendo, o que será preciso fazer ou não... Só observar, recuperar as forças...
Perceber que não podemos ganhar sempre todas as batalhas, algumas a gente acaba perdendo... ou não sai exatamente como queremos...
Observar, respirar fundo, clarear a mente, ter um tempo para nós mesmos.
Mesmo que não se encontre um final adequado, algumas coisas acontecem por algum motivo, nem tudo precisa fazer sentido... A vida é repleta de coisas sem explicações...
O grande mistério é a própria vida!
Faça valer a pena.




30 de set de 2010

Carente ou apenas apego??




Acho que o título já diz tudo.
Não sei bem se é carência, apenas me apego muito fácil as coisas, as pessoas com quem me identifico, que gosto. Me acostumo só isso.

Tenho esse pequeno "defeito" que lido desde nem sei quando, porém quero muito mudar.
Acabo magoada de alguma forma, já que a maioria das vezes as pessoas nem sabem o significado que tem para mim.
Não estou falando apenas no sentido amoroso, me apego aos amigos também e as minhas coisas. Não estou falando no sentido possessivo da coisa, nem de ciumes do tipo "se não é meu não é de mais ninguém ou é só meu e não divido"..., não sou assim tão ruim, talvez seja apenas uma necessidade de afeição/atenção...

Sabe aquela velha frase do Pequeno Príncipe:“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”, acho que levo à serio mais do que deveria...


Significado de Carencia e Apego de acordo com o Aurélio:
Carencia
s.f. Falta, necessidade, privação. // Período de carência, período legal ou convencional suspensivo de um direito ou obrigação. // Psicologia Carência afetiva, ausência total ou parcial de laços afetivos, p. ex., entre pais e filhos, origem de perturbações psíquicas entre as partes.

Apego
s.m. Sentimento de afeição, de simpatia por alguém ou alguma coisa: apego excessivo às honrarias.
Éh, esse blog também é cultura, rs.

Será que tenho um pouco dos dois? Ou passo de um para outro sem perceber????
Sou apegada porque sou carente? Ou sou carente por isso me apego??
Nossa! Parece aquela velha propaganda do biscoito Tostines (Vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais?)kkk

OK, com certeza vão falar para eu procurar um psicologo...

Quero mudar porque acho esse sentimento uma fraqueza, me expõe, me desarma, não tenho defesa pois não consigo perceber antes de acontecer, quando vejo é tarde demais. Já estou precisando "dele" mais do que o necessário.
Agora estou prestando mais atenção nisso, tentando cortar o mal pela raiz. Sabe o que acabo fazendo... me afasto ou tento erguer um muro de proteção, fico distante. Quando tem alguém que tenta passar, me seguro e escondo no muro tentando impedir.

Acho que faço bobagem nos dois casos: ao me sentir apegada/carente e ao tentar impedir de acontecer..... Sei que é um caso dificil mas... Alguma dica??

26 de set de 2010

Um selinho, um carinho!






Ganhei esse selinho do blog Day by Day, da minha amiga Elaine Crespo, adoro receber esses mimos! Obrigada amiga!!!!!

Agora as regras: citar dez coisas que você ama:
1- Minha mãe e irmã
2- Meus animais de estimação
3- Chocolate
4- Filmes
5- Músicas
6- Olhar a lua
7- Trabalhar no que gosto
8- Meus blogs
9- Amigos
10- Viajar
Eu escrevi sem pensar na ordem de importância... foi aleatório...

E indicar onze blogs para receberem o selinho:
1- Palavras ao vento
2- Sem magia o que seria vida?
3- Multiolhares
4- Se eu contar para um Carroceiro, até o Burro Chora
5- C A R T A T A D I R E S C H E
6- Caminhando sobre cristais...não é fácil...sabem?!!!
7- Casos e Acasos da Vida
8- O Profeta
9- Questione o seu mundo!
10- S.E.N.T.A.T.A
11- Fale... não cale!
São muitos os blogs que eu sigo e gosto, esses são apenas alguns... não fiquem chateados, mais selos virão!

18 de set de 2010

Changes


Nesse processo de mudança que estou vivendo, achei adequado uma transformação visual também.
Pode até parecer radical ou talvez desnecessária, mas resolvi que era a hora de arriscar. Normalmente o que notamos primeiro para fazer uma mudança é o cabelo (coitado!), então cortei! Isso mesmo, dei adeus a minha longa madeixa loura...depois de muito insistir com meu cabeleireiro, que não queria cortar de maneira nenhuma e me dizia que estava louca em cortar mais de 30cm de cabelo..., aí tive que ser firme e ele cedeu.
Agora está chanel repicado na altura da nuca!! Aproveitei e escureci um pouco, ainda sou loura, só estou uns 2 tons mais escuro.

Posso dizer que muita gente gostou (eu também), ficaram surpresos porque não imaginavam que eu teria coragem... eu pensei em desistir no dia, mas depois passou, a vontade de mudar foi mais forte.

Estou me adaptando ainda, as vezes sinto falta de amarrar, depois fico contente por ser bem mais fácil de arrumar, pratico, também é mais fresco já que o calor está chegando.
Depois eu mudo a foto do perfil, assim vocês terão uma noção.

12 de set de 2010

3 Palavras difíceis


Num mundo repleto de emoções, sentimentos, me sinto despreparada, em desvantagem em relação a dizer o que sinto...

Em minha família é normal reprimir os sentimentos ou melhor sentir em silêncio, foi assim que cresci. Nunca ouvi meus pais falarem "Eu te amo" entre eles, muito menos para nós (eu e minha irmã), assim saber quando, onde , como dizer essas palavras sempre foi muito complicado para mim...e todo o resto também....

Disse para três pessoas apenas, no sentido amoroso, e para um deles não era verdadeiramente o que sentia... vou contar as histórias.

Primeiro, foi para meu primeiro namorado, ele disse primeiro e eu fiquei meio na defensiva pois não tinha certeza se sentia o mesmo, demorou um pouco e comecei a falar que o amava também, não passou muito tempo para que eu me perguntasse novamente de sentia mesmo isso e aí parei de falar, ele percebendo minha dúvida parou de falar também, o que aconteceu por fim ... eu o amava mesmo e o perdi...

Segundo, já sabendo o que minha dúvida causou da primeira vez decidi falar antes mesmo de sentir, então acho que acabei assustando ele e ... acabei sozinha, rs.

Terceira e última vez, eu o amei da primeira vez que o vi, ele falou primeiro e como não dava para duvidar o que sentia falei sem medo, o tempo passou eu continuei a falar e ele começou a falar "eu também" ou "idem" ( como no filme Ghost) percebi que havia alguma coisa errada, mas desta vez não era minha culpa, não demorou muito e tudo acabou me deixando sem saber o que aconteceu...

Com tudo isso, depois de tanto tempo que se passou, nunca mais falei e nem sei se posso dizer novamente (mesmo querendo).

Em relação a minha família, acho que sempre será assim, um mundo de sentimentos reprimidos....................e silenciosos....................................

5 de set de 2010

Vagando



Caminhei...
Já não sei por onde, nem por quanto tempo...
Passei por muitos lugares, por muitas pessoas...
Desejei encontrar...
Não sei mais o quê...
O tempo passou...
Queria entender o que aconteceu...
Caminhei...
Vivi, mudei...
Sofri, me curei...
Sonhei...
A lua me acompanhava, o sol me castigava...
O vento me embalava e a chuva me acariciava...
Caminhei...
Me perdi...
Não te encontrei...
Quis voltar, não pude mais...
Agora me vejo como nunca antes...
Meus pés cansaram...
Mas não tenho você...


30 de ago de 2010


Mais um tema importante: Fé.
Não se trata apenas de religião.
Não importa em que, respeito o que cada um acredita, o que é necessário é ter fé.
Pode ser em alguém, em alguma coisa, até em nós mesmos, só não podemos deixar de acreditar.
Quantas vezes nos sentimos perdidos nessa vida e buscamos algo em que acreditar, em quem confiar, que nos faz sentir bem, ter animo para continuar nossa luta diária...
Quantas vezes perdemos as esperanças e escutamos que alguém acredita em nós, tem fé que conseguiremos... como isso é importante.
Quando perdemos a fé começamos a falhar como pessoa.
Se não fosse por fé, muita coisa hoje em dia não existiria.

Significado de Fé de acordo com o Aurélio:
s.f. "Fidelidade em honrar seus compromissos, lealdade, garantia: a fé dos tratados. / Confiança em alguém ou em alguma coisa: testemunha digna de fé; ter fé no futuro"...

Acho que acreditar também é um desses significados. Se deixarmos de acreditar deixaremos também de sonhar...
Que a fé continue firme em nossos corações.



24 de ago de 2010

Infidelidade


Muito sério este tema.

Resolvi mudar um pouco o foco e parar de falar de mim por enquanto... estava ficando muito narcisista.

Então vou falar sobre infidelidade, hoje pelo que fiquei sabendo está muito comum na vida das pessoas (o que eu desaprovo muito!).
Tanto homens quanto mulheres resolveram aderir a essa moda, o por quê eu não sei... Casais antigos, noivados recentes, namoros, são muitos os exemplos de pessoas que eu não acreditei, mas convivem com traições.

Não é fofoca, não sou desse tipo, apenas estou informando e usando exemplos reais, ok. Essas informações não saem daqui!

Conheço uma moça que ficou noiva mês passado e que sempre traiu o namorado, aí eu pergunto: Por que casar então? Se não ama não casa, se ama não trai, não é mesmo??
E foi uma quantidade razoável de "outros" na vida dela... Quando fiquei sabendo, toda a imagem que fazia dela foi por água abaixo... fiquei muito triste.

Uma senhora me contou ontem que descobriu um filho fora do casamento de seus pais, já falecidos, mas só agora ficaram sabendo da existência dele. Eles não sabem o que fazer, afinal esse novo irmão não tem culpa..... E nos tempos antigos já tinham essas traições e mentiras.... a diferença é que era mais difícil a separação.

Outro caso que fiquei sabendo é de dois casais, vou chamar de Maria e João, Ana e Pedro, Maria é casada há anos com João e Ana e Pedro são casados há pouco tempo. João e Ana estão saindo mesmo sendo casados e seus respectivos nem imaginam... Ana é bem jovem e João é mais maduro. João mudou, está usando brinco, mudou o corte de cabelo, tudo para parecer mais jovem para Ana, Maria acha que ele está passando por uma fase... coitada... Pedro não percebeu nada ainda. João e Ana não pensam em se separar e seguem com seus casamentos...

Esses exemplos acabam sendo as respostas pela falta de confianças nas pessoas. Quando não há confiança, mesmo que não tenha traição envolvida, a imaginação e os pensamentos ruins acabam surgindo e interferindo no relacionamento.
Será que o amor supera tudo???
O que leva uma pessoa trair?
- Falta amor?
- Cobiça?
- É proibido, o que leva ao desejo?
- Falta de carater mesmo?

Vi um caso em que a mulher desconfiava tanto do marido, vivia interrogando e investigando ele, que um dia ele se cansou deixou ela e se casou novamente com uma mulher que realmente o amava e confiava. Enquanto a mulher vive sozinha até hoje desgostosa com a vida. Ela pensou tanto que ele tinha outra, que ele acabou se separando e arrumando outra mesmo. Por que não usar essa força de pensamento para atrair coisas boas e não ao contrário?

Confiança, amor, comprometimento, nada mais parece ter valor.
Bom, sabemos que isso nunca acaba bem... uma hora ou outra, assim como eu fiquei sabendo um dia eles saberão também... só não serei eu a contar....

21 de ago de 2010

Razão X Emoção


Comecei uma nova fase na minha vida.
Com alguma ajuda (na verdade MUITA ajuda), mais uma vez estou tentando melhorar minha forma de me relacionar com o mundo, a forma como penso e vivo... Eu sei, quanto trabalho!!!

Sim, mas sem esforço não temos a recompensa.

No meu caso o que eu quero como recompensa é viver bem, comigo mesma e com os outros. Pode parecer bobagem, não sei se vocês percebem o quão frágil é a relação entre nosso coração e nossa mente...Vivem brigando, a razão sempre quer ganhar do coração...Vivemos nessa disputa e se não conseguimos manter um equilibro, nossa vida fica de pernas para o ar.
Uma hora ouvimos nosso coração, outras vezes a razão ganha, pensamos quem está certo?! Quem sou eu nisso tudo? Como agir direito?

Eu era tão franca em minhas palavras que um dia minha mãe me disse que estava parecendo grosseria minha, mas apenas não gosto de mentiras...se não quer ouvir a verdade, não pergunte para mim... Hoje vejo que devemos ter mais cuidado, um certo zelo ao falar o que pensamos, pois nem sempre somos compreendidos da maneira como queremos.
Foi mais um aprendizado.

Eu vivia querendo mudar minha vida, mas vivia no passado e não conseguia esquecê-lo. Nada que fazia parecia dar certo, estava presa nas lembranças. Hoje consegui perceber o mal que isso me fazia e comecei a me libertar.
Outra lição importante!

Sempre me cobrei demais, sempre tive muitas pressões e obrigações, as vezes algumas não saia como eu queria aí era só decepção. Percebi que não posso carregar o mundo nas costas, nada é perfeito, muito menos as pessoas... Me dei o luxo de errar, de tentar, de conseguir e até de desistir (quando preciso!), tudo isso é a vida...
Mais uma lição!

Acho que deixava a razão me conduzir, tentava ser o mais racional possível, mas precisamos ouvir também nosso coração ou nos tornamos uma máquina, sem emoções. Quanto a vida emocional, era um caos acho que dava curto circuito no cérebro e o coitado do coração ficava sem saber o que fazer, rs. Sobrava os sentimentos ruins como tristeza, solidão e faltava alegria e amor. Afinal o amor não é racional, acontece sem explicações.

Não sei como essa revolução entre razão e emoção vai acabar, o pouco que comecei a compreender me fez mudar em algumas partes da minha vida...e estou gostando da mudança!...

15 de ago de 2010

Dia dos Solteiros


Feliz dia dos solteiros!
Isso mesmo, nós temos um dia, que especial... seria mesmo?!

Comemorar ou lamentar?

Acho que existem pessoas dispostas a fazer as duas coisas. Tem gente que prefere ser sozinho, outros preferem ter alguém, todos nós passamos por essas duas fazes durante a vida... alguns mais que outros...

O difícil de ser solteiro(a) é ver como as pessoas a sua volta se importam com isso e sempre tem um comentário a respeito; amigos, familiares ficam com pena e ao mesmo tempo cobram uma posição/explicação para tal "anormalidade". Quanto mais tempo se passa, pior fica, principalmente quando os amigos mais próximos começam a se casar, ter filhos e a gente nada... aí complica...

Pior ainda é ver reportagens, matérias e estudos falando dos benefícios de ter um relacionamento, de ser feliz. Olha o que eu encontrei no site do MSN:
..."De acordo com um estudo da Universidade de Tel Aviv, em Israel, os homens solteiros têm 64% a mais de chances de sofrer um derrame fatal em comparação aos casados."...
É uma questão de saúde! Pode?
Daqui a pouco pode até virar uma campanha "Chega de solteiros".

Quando ser solteiro é uma escolha e não uma fuga, um modo de se esconder do mundo pode ter seus benefícios como liberdade, fazer sempre o que gosta, na hora que quer, não dar satisfação, mas não ter com quem discutir um filme, não receber um bom dia especial, um beijo de boa noite, um abraço aconchegante, tudo isso faz muita falta...
Discutir a situação amorosa rende muitos posts no mundo dos blogs, isso inclui o meu e acho que por muito tempo falarei sobre isso, vocês sabem como sou complicada, rs.

Bom, Feliz Dia dos Solteiros! ( eu acho...)

7 de ago de 2010

Essa tal felicidade


Estava visitando alguns blogs amigos e encontrei uma pergunta sobre a felicidade que me fez pensar, pensar até ficar confusa ... como sempre, rs.
Bom vamos lá, a felicidade existe?
Ela se conquista?
Se contrói?
Já nasce com você?
Como sabemos que estamos felizes?
É duradoura ou aparece por alguns breves momentos?
Existem vários tipos de felicidade?
Existe uma cota de felicidade?

Tem gente que é feliz o tempo todo não importa o que está acontecendo, tenho duas amigas assim, elas até falam sorrindo, sempre... chega a dar raiva... não sei como conseguem...
Talvez existam pessoas predestinadas a felicidade, uma sucessão de acontecimentos que os levam a isso. Ou talvez esteja no DNA de cada um, talvez a falta de felicidade seja um erro em algum cromossoma...
Ou então seja genético, passado de pais para filhos, se você tiver a sorte de ter pai e mãe feliz você tem 100% de chance de ser feliz também, agora se você tem apenas um dos pais feliz a chance cai para 50% e se nenhum dos pais forem felizes aí...você está perdido....
Quem sabe a felicidade é uma ilusão, seria o resultado de alguma magia entre tempo e espaço que influencia a pessoa a ter um sentimento inexplicável: a felicidade.
Ou será um estado mental que poucos conseguem atingir, depende de seu QI.

A alegria e a felicidade são a mesma coisa apenas em porções diferentes, a alegria é a porção menor da felicidade? Quem é alegre é feliz?
Podemos ser felizes a vida toda, será que podemos usar nossa felicidade até um dia não restar mais nada? Se for assim, ela deveria vir com um manual de instrução, kkk.
Será que existe alguém que nunca se sentiu feliz?

E se a felicidade não for assim tão importante, se ela é apenas uma imposição que nossa sociedade nos forçou a sentir para fazer uma espécie de distinção, quase uma separação de pessoas, um rótulo, você é feliz=você tem tudo, você é infeliz=precisa se esforçar mais, perfeito e imperfeito, seria quase um tipo de preconceito.

Quem sabe apenas viver, sentir de tudo um pouco, aprender, se conhecer e chegar no final da vida realizado pelas conquistas e pelos fracassos seja o suficiente, sem precisar se enlouquecer na busca da felicidade durante toda a vida e acabar percebendo que não fez nada de bom só perdeu tempo...

31 de jul de 2010

Dois selinhos lindos!!!!

E em agradecimento ao carinho de todos, ofereço esses dois selinhos que ganhei dos Blogs:
SONIA ROCHA - FLORAIS DE BACH e FALE...NÃO CALE!, que particularmente gosto muito e recomendo uma visita.

Como usualmente funciona as regras são: postar o selo, postar o link do blog que te indicou, indicar 10 blogs e avisá-los.

Meus indicados:
- A Trombeta Filosófica
- Casos e Acasos da Vida
- Caminhando Sobre Cristais... Não é Fácil... Sabem?!
- Croatt
- Day by Day
- Multiolhares
- Menina Voadora
- Mundo Jovem
- Sem Magia o Que Seria a Vida?
- S.E.N.T.A.T.A

Se vocês já tiverem estes selos... o que vale é a intenção...
Fiquem à vontade para postar, ou não...




















18 de jul de 2010

Saúde abalada...


Quem disse que a vida é simples!
Quando tudo parece complicado... a vida se complica ainda mais...

Depois dessa fase emocional difícil, agora passo por uma fase difícil com minha saúde. Todo mundo tem seus probleminhas aqui ou ali, muitos deixam para se cuidar depois, outros se apavoram e vivem no médico.
Eu descobri aos 18 anos que tinha Síndrome de ovários policísticos e nunca cuidei direitinho já que não era assim tão grave, um ano fazia tratamento outro não e assim se passaram alguns anos. Sabia que esse problema acarretava vários outros, mas não me preocupava com essas complicações, não agora enquanto sou jovem....

Aí a vida chega com suas surpresas....
Não estava me sentindo muito bem esses dias e resolvi ir ao médico, fiz vários exames e o resultado não foi o que eu esperava, os ovários policisticos causaram pressão, colesterol e triglicéris alto e me deixou pré diabética e com tudo isso meu coração não está assim tão bem. A gente imagina isso em pessoas já com certa idade, obesas, essas coisas... tudo isso eu não imaginava acontecer assim tão cedo.

Fui desabafar com umas amigas e elas ficaram surpresas com a minha tranquilidade, me disseram: "- Como você pode estar tão bem depois de tudo isso? Você devia estar chateada, com depressão, alguma coisa..." Só que realmente eu não estou tão mal, não sei por que mas parece que bem lá no fundo de mim eu sei que tudo vai ficar bem. Vou fazer o tratamento de 120 dias que me foi passado, fazer tudo o que o doutor disse e esperar pelo resultado final, que eu espero ser bom.
Se depender de mim eu já estou curada, mas vamos com calma pois não sei se só em alguns meses conseguirei deixar normal os níveis de colesterol e o resto todo...
O difícil é tomar tantos remédios diferentes por dia, todo dia.

Dizem que a fé move montanhas, espero ter fé o suficiente apenas para tirar esse problema de mim.






16 de jul de 2010

Passou, espero que não volte!


Fase difícil...
Passar por isso agora me fez perceber que ainda não estou preparada para o amor, não estou preparada nem para um relacionamento. Não que eu não queira ou deseje isso apenas não posso.
Se um breve começo me afetou tanto assim imaginem se tivesse durado mais tempo!
Já sofri muito, anos se passaram, achei que estava forte, pensei em tentar e não deu certo...

Isso aconteceu talvez por não ser a pessoa certa, mas eu não devia ficar tão abalada com a tentativa... pelo menos eu achava que não...
Não sei onde erro, por que não tenho sorte, tudo parece mais difícil e complicado pra mim.

Sabe quando parece que nada faz sentido, nada na sua vida foi certo ou tem importância. Quando bate aquela vontade de começar tudo de novo, refazer ou mudar suas atitudes, no meu caso acho que tinha que nascer de novo e começar do zero...
Não dá para consertar a essa altura do campeonato, o tempo passou, os anos foram cruéis, perdi meus melhores anos tentando fazer a coisa certa, tentando ser uma pessoa boa e esperando que um dia a felicidade me encontrasse... sim o que eu sempre quis foi ser feliz. Nunca tive expectativas muito altas, nunca desejei o impossível, cresci com pouco e aprendi a agradecer por tudo, sobrevivendo deixando os sonhos no mundo deles no mundo dos sonhos, mas não quer dizer que não sonhava alto... somente em sonhos eu era livre para querer para mim o melhor.

Talvez nem todo mundo tenha seu par, a vida não regras a seguir, nem sempre é justa também.
Acho que sou mais feliz sozinha, afinal vivi a maior parte da minha vida só e é um jeito de me manter segura, inteira, sã.
Não me culpem por construir uma barreira de proteção em volta do meu coração, por manter as pessoas afastadas por tanto tempo, era justamente para isso que ela servia: evitar caídas como esta. Uma única fenda e olha no que deu... sofrimento. Não quero isso para mim e se o amor sempre vier acompanhado de decepção é melhor evitá-lo. Quem sabe um dia encontre uma exceção... por agora... desisto. Volto ao meu refúgio isolado.

Acho que sou como uma estrela, cercada por outras estrelas mas sempre sozinha a cintilar, as vezes brilha forte outras vezes quase se apaga, mas continua lá... se olhar bem, continua lá... sozinha...

13 de jul de 2010

Tão triste quanto!


Minh'alma é triste


"Minh'alma é triste como a rola aflita
Que o bosque acorda desde o alvor da aurora,
E em doce arrulo que o soluço imita
O morto esposo gemedora chora.

E, como a rôla que perdeu o esposo,
Minh'alma chora as ilusões perdidas,
E no seu livro de fanado gozo
Relê as folhas que já foram lidas.

E como notas de chorosa endeixa
Seu pobre canto com a dor desmaia,
E seus gemidos são iguais à queixa
Que a vaga solta quando beija a praia.

Como a criança que banhada em prantos
Procura o brinco que levou-lhe o rio,
Minha'alma quer ressuscitar nos cantos
Um só dos lírios que murchou o estio.

Dizem que há, gozos nas mundanas galas,
Mas eu não sei em que o prazer consiste.
— Ou só no campo, ou no rumor das salas,
Não sei porque — mas a minh'alma é triste!

II

Minh'alma é triste como a voz do sino
Carpindo o morto sobre a laje fria;
E doce e grave qual no templo um hino,
Ou como a prece ao desmaiar do dia.

Se passa um bote com as velas soltas,
Minh'ahna o segue n'amplidão dos mares;
E longas horas acompanha as voltas
Das andorinhas recortando os ares.

Às vezes, louca, num cismar perdida,
Minh'alma triste vai vagando à toa,
Bem como a folha que do sul batida
Bóia nas águas de gentil lagoa!

E como a rola que em sentida queixa
O bosque acorda desde o albor da aurora,
Minha'ahna em notas de chorosa endeixa
Lamenta os sonhos que já tive outrora.

Dizem que há gozos no correr dos anos!...
Só eu não sei em que o prazer consiste.
— Pobre ludíbrio de cruéis enganos,
Perdi os risos — a minh'alma é triste!



III

Minh'alma é triste como a flor que morre
Pendida à beira do riacho ingrato;
Nem beijos dá-lhe a viração que corre,
Nem doce canto o sabiá do mato!

E como a flor que solitária pende
Sem ter carícias no voar da brisa,
Minh'alma murcha, mas ninguém entende
Que a pobrezinha só de amor precisa!

Amei outrora com amor bem santo
Os negros olhos de gentil donzela,
Mas dessa fronte de sublime encanto
Outro tirou a virginal capela.

Oh! quantas vezes a prendi nos braços!
Que o diga e fale o laranjal florido!
Se mão de ferro espedaçou dois laços
Ambos choramos mas num só gemido!

Dizem que há gozos no viver d'amores,
Só eu não sei em que o prazer consiste!
— Eu vejo o mundo na estação das flores
Tudo sorri — mas a minh'alma é triste!

IV

Minh'alma é triste como o grito agudo
Das arapongas no sertão deserto;
E como o nauta sobre o mar sanhudo,
Longe da praia que julgou tão perto!

A mocidade no sonhar florida
Em mim foi beijo de lasciva virgem:
— Pulava o sangue e me fervia a vida,
Ardendo a fronte em bacanal vertigem.

De tanto fogo tinha a mente cheia!...
No afã da glória me atirei com ânsia...
E, perto ou longe, quis beijar a s'reia
Que em doce canto me atraiu na infância.

Ai! loucos sonhos de mancebo ardente!
Esp'ranças altas... Ei-las já tão rasas!...
— Pombo selvagem, quis voar contente...
Feriu-me a bala no bater das asas!

Dizem que há gozos no correr da vida...
Só eu não sei em que o prazer consiste!
— No amor, na glória, na mundana lida,
Foram-se as flores — a minh'alma é triste!"

Casimiro de Abreu

9 de jul de 2010

Se muito sofri já, não me perguntes


Se muito sofri já, não me perguntes


"Se muito sofri já, se ainda sofro
Por teu amor?!
Não me perguntes! que do inferno a vida
Não é pior! ...


Eu! vegetar da terra entre os felizes!
Que faço aqui?
Sonhos de amor, de glória, — lá se foram
Atrás de ti!


A ver se encontro d'esperança um raio
Olho em redor,
E nada vejo, e mais profunda sinto
No peito a dor!


Que faço aqui? Dias cansados, anos
Sem fim — durar!
Depois que te perdi, viver ainda,
Viver! penar! ...


Eu, não! Quem for feliz que preze a vida,
Tema perdê-la!
Por mim não tenho horror, nem tédio à morte,
Clamo por ela!


Bendita seja pois a que mandada
Me for — por Deus.
Matar-me, não; que quero ver-te ainda
Feliz nos céus!


Mas no pego da dor, em que me abismo?
— Nesta aflição
Negra como a do cego que na estrada
Esmola o pão!


Como a do viajor que pelas trevas
Sem tino vai,
E, errado o trilho, se embrenhou nas matas,
Nem delas sai!


Neste viver sofrendo, errante, louco,
Mísero Jó,
Que amigos e inimigos à porfia
Pungem sem dó!


Às vezes, da amargura no remanso,
Ao Criador
Minha alma eleva cânticos de graças,
Hinos de amor!


Que se estivesse em mim renascer hoje,
Sofrer o que sofri...
Eu quisera viver para ainda amar-te
E amado ser por ti!"

Gonçalves Dias
Manaus - 16 de junho de 1861.

4 de jul de 2010

Perdi seus passos



É difícil...
Quando comecei a deixar me conduzir por você
Quando achei que estava firme em seus braços
Quando deixei florescer meu coração
No ritmo de teus sonhos
Te segui...
Te perdi...
Será o fim sem ao menos começar?
Onde vá teus sonhos
Quero estar
Me deixe entrar em tua vida
Me deixe compartilhar o seu mundo
Deixe suas palavras se fundirem com as minhas
Deixe meu coração se perder na batida do seu coração
Deixe me ver o brilho do seu sorriso
Irradiar e iluminar meu caminho
Sua ausência fere meu coração
Segura em tuas mãos, passo a passo
Assim sonhei, assim espero
Fechei meus olhos na espera de que ao abrir novamente
Encontre seu olhar
Aquelas palavras eram para mim?
Desejei que fossem, iludi meu coração
Num suspiro de dor aguardo uma resposta
Sei que posso ter confundido tudo
Afinal, aguardava alguém como você na minha vida
Pensei que minha espera tinha terminado
Como posso ter errado o passo assim?
Como posso pensar em você dia e noite?
Como pode ser tão importante pra mim?
Acreditei que tinha encontrado algo especial
Não é fácil, mas você parecia ver dentro de mim
Agora parece que estávamos em ritmos diferentes
Faz sentido
Não é sua culpa
Foi minha imaginação...
Mas daríamos uma ótima dupla....
Sim....daríamos....









1 de jul de 2010

Reflexão



Hoje pude ver algo que fazia tempo que não via...o por do sol!
Como é maravilhoso!
Dei um tempinho para mim e parei diante deste espetáculo maravilhoso.

Comecei a pensar em quão grande é nosso mundo, nosso universo e quão pequeno nós somos e pior ainda como são minúsculos nossos problemas. Acho que quando aparece uma crise damos muito valor a ela ou quando surge um problema aumentamos sua importância...
Não vale a pena!

Temos que levantar a cabeça e seguir em frente, desfrutando deste mundo magnifico que Deus criou para nós.
Viver vendo as boas coisas da vida, aproveitando até mesmo os pequenos momentos de felicidades que surgem de repente, afinal a vida é cheia de surpresas e nunca sabemos o que vai dar no final...


Kissin'U

Miranda Cosgrove



Beijando Você

Faíscas voam
É como a eletricidade
Eu poderia morrer quando esqueço como se respira
Você fica mais próximo
E não há outro lugar neste mundo em que eu preferiria estar
O tempo para
Como se tudo em volta de mim estivesse congelado
E nada mais importa a não ser esses...
Poucos momentos em que você abriu minha mente para coisas que eu nunca vi

Porque quando beijo você os meus sentidos ganham vida
Quase como peças do quebra-cabeça que eu estive tentando encontrar
Cai direto no lugar
Você é tudo o que preciso
Minhas dúvidas desaparecem
Quando eu beijo você
Quando eu beijo você
Tudo começa a fazer sentido
E todas as perguntas que tenho em minha cabeça
Como "Você é o certo?"
Devo realmente confiar?
Se esclarecem quando eu beijo você

Antigos amores,
Eles nunca se vão totalmente
Parede de fotos que tenho no meu coração
Eu prometi que não iria fazer isso até saber que era o certo pra mim
Mas ninguém,
Nenhum garoto que eu conheci antes, conseguiu fazer eu me sentir tão bem e segura
E você já reparou que eu perco meu foco e o mundo a minha volta desaparece

Porque quando beijo você os meus sentidos ganham vida
Quase como peças do quebra-cabeça que eu estive tentando encontrar
Cai direto no lugar
Você é tudo o que preciso
Minhas dúvidas desaparecem
Quando eu beijo você
Quando eu beijo você
Tudo começa a fazer sentido
E todas as perguntas que tenho em minha cabeça
Como "Você é o certo?"
Devo realmente confiar?
Se esclarecem quando eu beijo você

Eu nunca senti nada assim
Você está fazendo eu me abrir
Não há sentido em sequer tentar combater isso
Sinto que isso é amor.

Porque quando beijo você os meus sentidos ganham vida
Quase como peças do quebra-cabeça que eu estive tentando encontrar
Cai direto no lugar
Você é tudo o que preciso
Minhas dúvidas desaparecem
Quando eu beijo você
Quando eu beijo você
Tudo começa a fazer sentido
E todas as perguntas que tenho em minha cabeça
Como "Você é o certo?"
Devo realmente confiar?
Se esclarecem quando eu beijo você

26 de jun de 2010

Medo II - Irracional


Oi Pessoas!
Gostei dos comentários, falando nisso eu também tenho medo da morte como o amigo disse, além da minha mesmo (é claro), dos entes queridos também, afinal eu não gosto de morte nenhuma e ponto final.

Medos irracionais...vou começar falando do meu medo do escuro, não gosto de ficar sozinha no escuro. Desde pequena (ou melhor, desde criança, rs) sempre evitei essa situação: eu+escuridão=medo, acho que é por causa dos filmes de terror.

Outro medo, palhaços ... é verdade ... também acho que é por causa dos filmes, mas que eles são sinistros com aquelas maquiagens são sim!
Não se esqueçam que são medos irracionais.

Tinha medo de nadar, de água profunda (mar, lago, até piscina), mas esse medo não era meu... minha mãe me passou esse medo dela. Quando tive a oportunidade conhecer o mar, me apaixonei, tão azul e imenso! Foi aí que eu percebi que não era meu o medo de água, me matriculei em um curso de natação e foi maravilhosamente tranquilo e relaxante. Amei! Minha mãe cresceu no interior, tinha que tomar banho no rio, lavar roupa no rio e ela não sabe nadar, tinha medo e nunca teve coragem de aprender. Daí ela me contava histórias de afogamentos, de cobras e jacaré que sempre atacavam alguém, tudo isso aumentava o medo dela e me contagiava. É interessante como podemos passar esses medos, quando alguém tem muito medo de algo é contagiante e quando você percebe também está com medo.
Tem estudos que confirmam que os medos dos pais são passados aos filhos, devemos saber o que falamos perto de crianças, elas absorvem tudo.

Tem gente que tem medo de ficar sozinho no futuro, de não encontrar alguém com quem compartilhar seus dias, não ter companhia na velhice... Apesar de realmente ser um pouco triste, desse medo (mesmo sozinha) eu não sofro. Como me já me disseram: "Tudo tem seu tempo", não é?

Outros tem medo de raios, trovão, dirigir, falar em público, dentistas, ets, e outras coisas inusitadas.

Acho que já falei demais.

19 de jun de 2010

Medo I - Racional


Vamos falar de medos?
Me diga quem não tem medo, quem nunca teve ou quem nunca terá.

É uma coisa com que convivemos diariamente, uma hora ou outra ele aparecerá.
Dizem que é normal e até necessário sentir medo de algumas coisas, como por exemplo: se não tivéssemos medo de animais venenosos acabaríamos sendo picados/mordidos, assim ter um certo grau de medo acaba nos ajudando a viver bem.

Existem vários tipos de medo: racional, irracional, exagerado, fobias, paranóia...
Vou falar dos dois primeiros.

- Medo racional é um medo que é proporcional ao nível de perigo que o ameaça, ele é saudável e indispensável para nos proteger.

- Medo irracional não tem base na realidade atual da qual estamos conscientes é ter medo de algo que não existe.

Eu dentro do meu medo racional, tenho pavor de aranhas. Quando tinha cinco anos de idade morava na fazenda de meu avô, lá com tantas árvores frutíferas, florestas nativas e animais selvagens era inevitável um encontro com algum animal perigoso ou venenoso pelo caminho. Um dia estava pegando frutas no pomar, não me lembro bem se era amora ou caju, uma aranha enorme e negra pulou em meu ombro, quando vi gritei muito, muito mesmo e minha irmã veio correndo e tirou ela de mim com um tapa. Ela nem pensou se seria mordida, na hora ela só me salvou...coitadinha.... Bom, depois desse encontro, meu medo racional por aranhas se tornou quase uma fobia.
Tenho outros medos como: assaltos (já presenciei vários), acidentes de carro (vi muitos na tv), um certo receio em relação a altura (apesar que já andei de avião e só deu medo da aterrissagem), ah e é claro baratas (que mulher não tem?!), kkk.

Podem ficar a vontade em comentar meus medos e falarem de seus medos racionais, ok...


No próximo post falarei de meus medos irracionais.

11 de jun de 2010

Descoberta


Junho.
Mais um dia dos namorados sozinha!....

Fiquei assustada quando percebi que talvez tenha achado a "causa" disso.
Minhas amigas dizem que sou muito exigente, até minha mãe disse que eu só vejo os defeitos nos meus futuros pretendentes, pode?!!

Foi aí que eu vi que realmente não me contento, como vou dizer... se não for perfeito pra mim.
Sei que Perfeição não existe (aí que mora o perigo...), assim continuo sozinha, procurando o "Sr. Perfeito".
Já pensei ter encontrado (por 2 vezes), mais foi alarme falso.

Bom, já que eu vejo mais defeitos que qualidades, essas perguntas surgiram: Qual quantidade de defeitos é tolerável?; Quais defeitos são insuportáveis e quais não são? Que qualidade anularia os defeitos?
Ou será que tudo depende da atração? As vezes tem outras não...
Ou será culpa do Amor? Amamos apenas uma vez na vida, se já amou... não acontecerá novamente...

Faz tempo que estou sozinha, nem sei mais por quê... Parece que me desconectei com o mundo dos namoros... Não sei mais se tenho cura...

Sou mesmo exigente ou não quero mais sofrer?
Sei de tantos exemplos mal sucedidos de namoros, noivados, casamentos, que estou tomando cuidado excessivo na minha escolha?
Será? ? ?

Como eu queria que fosse tudo mais fácil, mais simples como dizer:
So Kiss Me...

Feliz Dia dos Namorados!!!

5 de jun de 2010

Minha estrada



Olá pessoas amadas!!!
Me desculpem pelo sumiço....
Apesar da ausência, meus pensamentos compulsivos não pararam... foi o tempo que escapou pelos meus dedos...
Obrigada por sentirem minha falta, rs.
bjux a todos!!!!!!!!!!

E assim, aqui está mais um pouco de meus pensamentos e devaneios.
Dizem que nossa vida é uma estrada, longa, sinuosa, cheia de surpresas.
Posso dizer que a minha (até aqui, pelo menos) segui sozinha a maior parte do tempo, algumas vezes parei outras corri, fiz desvios sem saber onde daria, me perdi e retornei a estrada velha conhecida.
Uma coisa digo com certeza: CRESCI.
Sim, eu cresci, amadureci, percebi a pouco tempo atrás como mudei (acho que pra melhor...)

Tive muita ajuda, de pessoas que nem conheço (mas sinto que conheço, através do meu Blog), de alguns poucos amigos e de Deus.

Hoje estou caminhando, seguindo em frente. Já posso olhar pra trás... mas não volto... Não, não volto. Não fico mais no ontem, pensando e desejando pelo que passou. Estou aqui, desse ponto em diante é o que me importa.
É estranho pois não sinto que envelheci (espero que não, rs), apenas estou mais segura de mim. Ainda tenho medos, ainda penso muito antes de tudo, só que agora confio mais em mim.

Sei que essa estrada pode me reservar surpresas, alguns cruzamentos, alguns reencontros, algumas curvas perigosas, montanhas a contornar, buracos a desviar, algumas estradas paralelas para me fazer companhia, outras que deixaram de seguir o mesmo rumo que eu, não sei o que esperar, afinal não posso ver além do horizonte...
E assim, sigo. Passos largos. Cabeça erguida. Olhar no horizonte.

16 de mai de 2010

Acredite, sonhos acontecem.


Como é gostoso ver os sonhos se realizando...

Bem, não foi nenhum sonho meu foi de uma amiga e mesmo assim a alegria, a emoção que senti foi imensa!

Eu e minha família a conhecemos há muito tempo e acompanhamos sua luta de vida.
Foi resumindo assim:
Ela desde a adolescencia gostava desse garoto, namoraram, ela ficou grávida, a família dele não aceitava ela, eles ficaram juntos por um tempo até que a família dele os separaram, eles continuavam a se gostar, tentavam se acertar mas as dificuldades sempre apareciam. Ela nunca desistiu de um dia ver sua família junta novamente, se casar e ser feliz ao lado de todos.

Muito tempo se passou e ela venceu.

Ontem fui ao seu casamento. Lindo, lindo!
As duas famílias dos noivos estavam lá, o filho dela também, hoje já um rapaz, apoiando e vendo o sonho da mãe se realizar.

Fiquei muito emocionada, até chorei ao lembrar da dura caminhada que ela teve e que a levou até ali.

A fé e a coragem sempre esteve presente na vida dos dois e assim finalmente aconteceu. Graças a Deus mais uma família foi abençoada e unida.

É... uma lição a crer e aprender... pode haver lutas e sofrimento, a estrada pode ser sinuoso e longa, mas se esse é o seu sonho, é o que deseja de coração, ACREDITE! Você vai conseguir.

2 de mai de 2010

Perguntas ???


Escolhas...

Fazemos todos os dias, horas, minutos...até quando decidimos não escolher, estamos fazendo uma escolha...,sem pensar escolhemos...

Por que tantas escolhas?

Não conseguiríamos viver sem elas?

Por que algumas pessoas fazem as escolhas de maneira simples e fáceis e outras não se decidem ou é dificil decidir?

Nossas vidas seguiriam os mesmos rumos se mudássemos apenas uma escolha que fizemos?

E quando nossas escolhas são feitas por outras pessoas, se tornam nossas escolhas também?

Temos como nos proteger dessas escolhas alheias?

Quando sabemos que estamos escolhendo certo? Só depois que erramos?

Será esse o nosso Livre arbítrio?

Escolher, optar, preferir, tantos nomes para uma decisão que tomamos sem saber realmente como nos afetará, como mudará nosso futuro...

18 de abr de 2010

Relacionamentos Complicados II


Tem um post que escrevi ano passado que até hoje é o mais visto! Eu escrevi sobre o relacionamento de uma amiga da faculdade e pus o nome de Relacionamentos Complicados. Quem quiser visitar o post é só clicar no nome.

Não escrevi muito, mas seus comentários foram grandes desabafos de pessoas que passaram pela mesma situação (ou bem parecida).

Bem, para continuar aquela história... espero que não fiquem tristes.... minha amiga continua noiva! Pelo o que fiquei sabendo esse ano seus planos não irão acontecer... Pois é, até agora o casamento não passa de um sonho distante. Ela também não criou coragem para mudar sua vida, nem deixar esse relacionamento por conveniência e que pelo o que parece não tem futuro, eles estão nessa "zona de conforto e medo" onde nenhum dos dois toma alguma atitude... e a vida segue... exatamente igual...

Seus sonhos de ter uma família, filhos, estão ficando apagados e ela teima que o ama e que está feliz. Tudo porque não consegue tomar uma atitude e arriscar o "tudo ou nada", acha que não encontra outro rapaz como ele, tem medo de ficar sozinha. Porém ele não é tão especial assim, não é mesmo! Parece que ele não se importa com ela, com o que ela deseja e sonha!!!! Ela faz tudo exatamente como ele quer, todos os gostos dele, daí essa relação não é de troca só ela é que se dá e tenta fazer dar certo. É conveniente para ele, pra quê mudar?

Ninguém consegue por na cabeça dela que a vida não é só isso, que ela é jovem, bonita, esforçada, trabalhadora e com certeza existe alguém especial para ela por aí, aguardando o momento para se aproximar.
Então, ela segue nessa relação fadada a dor e desilusão até um dia (eu espero!) que ela acorde e mude suas atitudes, dando uma chance a felicidade dela mesma acontecer, verdadeiramente.

PS. se acontecer alguma mudança nessa história, eu conto :) !

13 de abr de 2010

Dia do Beijo

13 de Abril.
Dia do beijo!
Parabéns aos que podem comemorar essa data com muito beijo, afinal hoje é o dia perfeito!
Não se sabe quem criou essa data, mas com certeza muitos agradecem esse fato.
Beijo apaixonado, carinhosos, de namorados, de cinema, entre amigos, de bom dia, de adeus, de afeto, de olá, de até amanhã, de brincadeira, enfim qualquer tipo de beijo vale apena.
Então beije... beije muito!!!!

Te inspirei??

11 de abr de 2010

Você tem que ser...




Essa música tem uma letra muito bonita e uma mensagem positiva. Tem dias que precisamos realmente acreditar que no fim tudo vai dar certo, que precisamos ser versáteis: forte, bom, sábio, calmo... para conseguirmos seguir em frente.
E eu quero mesmo acreditar que "O amor vai salvar o dia."

4 de abr de 2010

Feliz Páscoa


Sim, mais um Domingo de Páscoa chegou...
Que este dia não seja lembrado somente por comer chocolates, mas sim pela alegria maior da Ressureição de Cristo.
Vamos celebrar Sua presença em nossas vidas todos os dias do ano, vamos renovar nossa fé e compartilhar de Seu imenso amor.
Seja qual for sua crença, costume ou religião, desejo à todos:
Feliz Páscoa!!!







28 de mar de 2010

Selo Plantinha da Amizade




Mais um selinho!!!!
OBAH!
Comecei esse mês ganhando e postando selinho e estou terminando ganhando e postando selinho, rs.

Esse selo eu ganhei da minha amiga Sonia do Blog Florais de Bach.
Obrigada, gostei muito e pode ter certeza que irei cuidar muito bem dessa plantinha!

As regras são simples:
1) Exibir a imagem,
2) Postar o link de quem indicou o selo,
3) Indicar 10 blogs para ganhar o selo,
4) Avisar os indicados,
5) Publicar as regras.



Então, agora os indicados:

Menina Voadora

Visão da Vida

Aroma de Framboesa

A Magia da Vida

Assunto de Mulher!!

Casos e Acasos da Vida

Day By Day

Multiolhares

Mundo Jovem

Pecado

22 de mar de 2010

Não se importe com os espinhos

As pessoas tem gostos diferentes, manias diferentes, jeitos diferentes, personalidades diferentes.
As vezes não entendemos o por quê, as vezes não damos chances de entender o por quê, as vezes não nos importamos com o por quê.
Novamente volto a falar sobre a primeira impressão, coisas que julgamos a primeira vista.

Há alguns anos fiz uma visita a Expoflora em Holambra, um lugar maravilhoso, para quem gosta de flores e plantas. Vi muitos tipos, tamanhos, cores e muita espécie que eu nem conhecia. Teve uma planta que me chamou a atenção assim que eu a vi, era pequenina, verde e repleta de espinhos, fiquei um bom tempo só olhando até que cheguei mais perto para pegar e avaliar sua beleza. Minhas amigas ficaram assustadas, como eu poderia achar beleza em uma planta coberta por espinhos? Disseram que eu tinha mal gosto, porque em meio a tantas flores coloridas eu escolhi justamente a mais feia e espinhosa....
Vocês já sabem qual era a plantinha: um cactos.

Eu não resisti, apesar da torcida contra, comprei duas espécies e levei para casa. Estava super feliz, achava lindos sem me preocupar com o que me diziam.
Alguns meses depois, uma surpresa. Eu não conhecia muito bem sobre cactos, então quando vi as flores meu encantamento ficou completo. Eu não sabia que eram tão bonitas, pra falar a verdade nem sabia que davam flores!
Quando minhas amigas vieram em minha casa ficaram surpresas também, porque além de eu ainda tê-los, estavam bem cuidados e com flores maravilhosas. Nem pareciam mais as mesmas plantas, suas flores faziam os espinhos serem vistos em segundo plano, nem eram tão importantes ou marcantes como na primeira impressão que tiveram, era até um charme. Meus pequenos cactos eram bonitos!

Da mesma forma, se nós não dermos uma chance de conhecer melhor alguém, dar um tempo para entendê-la, nunca saberemos ao certo como essa pessoa é por dentro. Ela pode esconder uma linda flor, imperceptiva ao primeiro olhar.

Se tivermos medo de ficar por perto e descobrir sua essência poderemos estar perdendo surpresas agradáveis que enriquecerão nossas vidas.
Até mesmo quando vemos apenas os espinhos, os obstáculos das situações e desistimos sem antes lutar é outro exemplo. Desistir a primeira vista, sem olhar novamente, entender o que está acontecendo e se dar uma segunda chance de lutar, de seguir em frente. Não tenha medo dos espinhos!

Dêem uma segunda chance, uma segunda olhada, um tempo maior para o que lhe parece desconhecido, estranho, assustador, impossível ou feio... Nunca se sabe o que podemos encontrar ou conseguir.

20 de mar de 2010

Bem vindo a selva


Como as pessoas hoje em dia estão sem educação!
Cordialidade não existe mais.
Respeito, muito menos.

É raro encontrar pessoas educadas, que te trate bem. Desde a caixa do supermercado, passando pelo cobrador de ônibus, até a visinha de casa... todos parecem estar em seu dia de mau humor, falam brutamente, nem olham para você,te tratam com pouco caso.
Mesmo você sendo o mais educado e gentil possível, nada faz com que eles melhorem, parece até que pioram ainda mais.


O que acontece com esse mundo?!
Com essas pessoas?!

Não pode só ser estresse, tpm, sei lá o quê. Sei que vida de todo mundo anda corrida, muitos problemas, sem tempo pra nada, masssss... será que não sobra um tempinho pra boa educação, pra gentileza, bons modos, duvido!

Ao que parece, a grande maioria das pessoas só se importam consigo mesmas, se colocando a cima de todos e tudo, tirando proveito dos outros.

Essa é a selva em que vivemos hoje em dia?
Essa será a sociedade que estamos construindo?






14 de mar de 2010

Músicas antigas



Estava vendo alguns filmes essa semana e ao assistir Mama Mia, me lembrei de minha tia. Ela adorava o grupo Abba. Quando eu era pequena passava a maior parte dos fins de semana na casa dela, ela não tinha filhos na época e adorava cuidar de mim. Então nos fins de semana, como ela morava perto da minha casa, minha mãe me "emprestava" pra ela.

Minha tia era a mais moderna da família. Ela me arrumava e cortava meu cabelo, cuidava de mim como uma boneca, pintava minhas unhas ( apenas base transparente ), me ensinou a dançar e adorava contar histórias de sua adolescencia, quando saia para os bailes e dançava com os rapazes, e as musicas do Abba sempre estavam presente.

Eu aprendi a gostar por causa dela, apesar de não entender as letras naquela época, achava a melodia muito bonita. Ela escutava bastante Super Trouper, Take a chance on me, The winner takes it all, Dancing Queen, SOS, Chiquitita, e essa que eu percebi que ainda gosto: I have a dream.

Para vocês recordarem ou até mesmo conhecerem.



Eu Tenho Um Sonho

Eu tenho um sonho,
Uma canção para cantar
Que me ajuda a enfrentar
Qualquer coisa
Se você vê maravilhas
Em um conto de fadas
Você pode agarrar o futuro,
Mesmo se você falhar
Eu acredito em anjos
Algo bom em
Tudo que eu vejo
Eu acredito em anjos
Quando souber que é a hora
Certa para mim
Eu vou cruzar a corrente
Eu tenho um sonho

Eu tenho um sonho,
Uma fantasia,
Que me ajuda atravessar a
Realidade
E o meu destino
Faz valer a pena,
Enquanto me empurra através da escuridão
Ainda mais uma milha
Eu acredito em anjos
Algo bom em
Tudo que eu vejo
Eu acredito em anjos
Quando souber que é a hora
Certa para mim
Eu vou cruzar a corrente
Eu tenho um sonho

4 de mar de 2010

Seguir em frente!


Após tanto tempo, enfim consegui entender mesmo o que significa "Seguir em frente", "Deixar o passado" e "Viver o hoje".

A gente vive escutando e até mesmo dizendo essas coisas mas acaba não vivendo dessa maneira. Acabamos presas num circulo vicioso, rodando sem parar, ficando sufocada com tanta pressão.

Precisei de muito esforço e ajuda para ver com outros olhos o mal que estava fazendo a mim mesma.
Mas enfim....consegui! Me sinto tão diferente, sei lá, parece que estou mais forte, mais segura. Deixei a página do livro se virar e estou pronta para começar outro capitulo, novo em folha, seja la o que for, sozinha ou acompanhada... Eu estou bem!
Tirei um peso enorme que carregava comigo sem precisão, só não via dessa maneira antes. Tentava em vão seguir em frente mas cismava em levar comigo coisas que deveriam estar no passado, que me apegava e deixava parada no tempo, não conseguia continuar e não deixava o que me prendia.
Deixei as lembranças seguirem seu rumo, inofensivas em seu espaço nebuloso das memorias e apenas isso. Passou. Não me arrependerei mais pelo que passou, pelo o que não fiz ou pelo que aconteceu.

Aprendi, cresci e espero não fazer novamente essa escolha errada de me apegar ao que não posso controlar, como o passado.

É tão estranho porque parece que era fácil demais, como eu não conseguia encontrar a saída?
Foi tão libertador a sensação de ponto final, agora vou cuidar de mim.... E foi de repente, não esperava, simplesmente senti dentro mim minha alma ficar em paz, leve e feliz.

O que ocorreu pra isso acontecer? Não sei!
Já era hora!!!(ou melhor, já tinha passado da hora)rs.

Acho que recebi muita ajuda com algumas mensagens e comentários de amigos desse blog. Isso contribuiu, com certeza!

Não precisei me reinventar, apenas me entender e entender um pouquinho melhor a vida como um todo.
Realmente a gente aprende com os erros...

2 de mar de 2010

Selinho Happy 101


Hehe!!
Ganhei esse selinho lindo da minha amiga Manoela do blog Casos e Acasos da Vida.
Obrigada!!!!!!!!!!!!!


As Regras:
1 – Apresentação do selo ;
2 – Lista de 10 coisas que me fazem feliz e fazer uma delas hoje;
3 – Passar o selo a 10 blogs.


O que me faz feliz ( algumas coisas...):
* O sorriso de minha mãe;
* O abraço apertado de minha irmã;
* Brincar com meus bichinhos de estimação;
* Viajar;
* Trabalhar do que eu gosto;
* Escutar música antes de dormir;
* Ir ao cinema e comer picoca;
* Chocolate, muito chocolate;
* Olhar a lua cheia, grande, branca, iluminando o céu;
* Tomar banho de chuva...

E vamos aos indicados:
- Mundo jovem
- Pecado
- Menina Voadora
- Viver é pura magia
- Zaranza
- Fale... Não cale!
- Assunto de mulher
- Visão da vida
- Aroma de framboesa
- Saida de emergência



28 de fev de 2010

Violencia


Estava pensando nas noticias que vi na tv nessas ultimas semanas... Quanta violência contra as mulheres!

Grande maioria sendo maltratada por seus maridos, companheiros, namorados, enfim pessoas que elas confiaram um dia e não imaginaram que chegaria a esse ponto.
Como as pessoas ficam tão violentas ao ponto de machucar outra pessoa, pessoa essa que amou por um tempo ( eu acho...)

Mulheres que foram mortas, assassinadas, que sofreram violência física e emocional.
O motivo de tudo isso, dinheiro, ciumes, possessividade, pensão, ou ate mesmo maldade ( vai saber...)
Algumas tinham filhos outras não, mas da mesma forma a família nunca mais ira se recuperar de um golpe tão profundo.

Ninguém imagina quando esta apaixonado o que ira acontecer se um dia não sentirem mais o mesmo sentimento, ninguém espera que o companheiro(a) se torne um monstro capaz de tirar a vida de alguém.

Hoje em dia temos que tomar cuidado com quem nos relacionamos, seja no campo sentimental, pessoal ou profissional.
A confiança que normalmente já e difícil de se conquistar, ficou ainda mais preciosa e rara.
A sociedade esta cada vez mais insegura e violenta.

22 de fev de 2010

Segunda chance



Como apenas a nossa presença pode influenciar outras pessoas... de maneira positiva ou negativa, nunca conseguimos nos isolar do mundo que nos cerca.

Muitas vezes não entendo por que tem pessoas que não gostam das outras sem ao menos conhecê-la, sem dá-la uma chance de ver realmente como ela é...
Por que julgamos os outros?
O que é considerado normal ou dentro dos padrões de "boa pessoa"?
Tudo tem que ser perfeito?

Sei que isso acontece sem que percebamos, as vezes até sem querer, mas isso não isenta a culpa por não fazer nada a respeito.

Devemos mudar isso!

Devemos ouvir, conversar e conhecer melhor todos os que convivem conosco.
Podemos estar perdendo a chance de encontrar bons amigos, pessoas interessantes, apenas por causa de um pré julgamento sem fundamento.
Fiz alguns amigos dessa forma, começou que eu não gostava muito da garota ( não ia com a cara dela) de repente começamos a conversar e hoje ela é uma das minhas melhores amigas. Falamos sobre isso e rimos muito. Que bom que eu pude mudar minha primeira impressão.

Tem pessoas que não essa chance a ninguém, faz uma ideia errada sobre alguém e não se importa se isso é verdade ou não. O que essa pessoa não sabe é que as atitudes podem denunciar esse comportamento e deixar a outra pessoa triste por não entender o por que disto ou o que ela fez para merecer isso...

Conhecer nós mesmos, policiar nossas atitudes, olhar a vida com amor e respeito pode ser um bom começo para mudar esse julgamento, essa primeira impressão negativa dos outros, eu acho...

21 de fev de 2010

PS. Obrigada!



Mais uma vez estou escrevendo meus agradecimentos a todos que me felicitaram pelo meu aniversário e o aniversário do meu blog. Então muito, muito obrigada a todos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Fiquei super feliz com as palavras de carinho.
Sintam-se todos abraçados e beijados.

Novidade:
Mudaram novamente meu horário de trabalho .... e agora até me acostumar acordar cedo ou melhor, de madrugada vai demorar um pouco. Então não vou conseguir postar muito durante a semana, mas no fim de semana eu tiro o atraso! kkk
Agora eu acordo no horário que estava chegando em casa... Sou uma amante da noite, não gosto de acordar cedo, nem de trabalhar com sol a pino ... mas fazer o quê? Trabalho é trabalho em qualquer horário ( apesar de ter mais disposição a tardinha, noite e madrugada, rs).
Vamos ver até quando vai durar dessa vez essa mudança desta vez.