2 de nov de 2010

Amélia


"Amélia que era mulher de verdade".

Essa frase é mesmo verdadeira?
Existe ou existiu uma mulher como Amélia?
Temos um pouquinho de Amélia dentro de nós???

Hoje em dia com nossas vidas corrida quase não temos tempo para nada, nem para pensar muito. Muitas coisas vão acontecendo no improviso mesmo, quase automaticamente, tipo ação e reação...
Com isso, ser cuidadosa, prendada, atenciosa, nem sempre é o que temos em mente.
Quantos papéis temos em um dia: filha, esposa, mãe, irmã, profissional, amiga, dona de casa, um pouco enfermeira, um pouco economista, um pouco faz tudo, e segue ainda mais...

Eu acho que as mulheres de antigamente eram mais mulheres, deixe-me explicar: só cuidavam do marido e filhos, assim sobrava tempo para se cuidarem melhor, cuidar da casa melhor.
Hoje tempos que priorizar, a maioria das vezes deixamos nós mesmas por último.
Tem muitas mulheres que não dão conta, um exemplo é minha irmã que sempre pede uma ajudinha da minha mãe para deixar a casa em ordem, ela gosta de ter tempo pra ela e acaba deixando de fazer alguma coisa que por fim se acumula e ela corre para a mamãe, rs.

Tem mulheres que tem pulso firme e conseguem ter tudo em ordem, casa, marido, filhos, trabalho e ainda sobra tempo para irem a academia ou igreja ou apenas passear... Conheço poucas mulheres assim, mas posso garantir que elas existem!

Eu aprendi de tudo, desde pequena ficava olhando tudo o que minha mãe fazia e queria aprender, particularmente adoro cozinhar, mas odeio lavar louça, kkk. Tenho algumas amigas que não sabem nada de cozinha, compram tudo pronto ou pré pronto, nem tem ideia como são preparados os pratos que elas adoram... Costurar então, parece bicho de outro mundo, não sabem nem remendar, na máquina ou a mão, preferem comprar algo novo ao ter que arrumar o que foi rasgado.

É muito fácil cozinhar, limpar, passar, o difícil é conviver, é lidar com as pessoas.
Assim é nesse ponto que acabamos perdendo mais tempo de nossas vidas, tentando entender e agradar os outros.

5 comentários:

  1. Eu também adoro gatos. Está bem? Desejo que sim.
    Tem razão, o mais difícil é aprender a conviver
    com as pessoas.
    Nada fácil mesmo.
    Beijinho/Irene

    ResponderExcluir
  2. Olá, minha cara pensadora!Amélia é que era mulher de verdade?Não sei acho que hoje somo mais mulher temos que nos virar em mil e continuarmos sendo bonitas ,magras e elegantes.Com certeza as mulheres de antigamente tinha mais tmepo para elas,mas elas não tinha seu dinheiro e não eram donas do seu próprio nariz...
    Um ótimo domingo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. A vida está muito intensa a tempo escasseia e nós mulheres parecemos ilusionistas tirando o tempo da cartola e tornando-nos em vencedoras
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Uma opinião masculina. rsrsrsrs

    Eu acho que pras mulheres ficou mais complicado, porque por mais que o homem seja companheiro, ainda assim é um homem!

    Falo assim, porque já tenho quase 6 anos de casado e não creio que a questão seja de agradar mais ou menos a minha esposa, mas sim a maldita televisão...

    Eu explico a televisão só serve pra separar as pessoas, vc jantam junto em suas casas?

    Cada um pro seu quarto pra sua televisão, as vezes, minha mulher no quarto e eu na sala.

    Enquanto não entendermos que somos "sociaveis" teremos sempre estes conflitos de achar que não existe tempo pra nada e que a culpa é do companheiro(a), afinal é o que está mais próximo de vc.

    Bj do Ermitão!

    ResponderExcluir
  5. ^^ Tâ favoritado no meu blog! Gosto mto dos seus textos.
    Boa noite!

    ResponderExcluir