28 de fev de 2010

Violencia


Estava pensando nas noticias que vi na tv nessas ultimas semanas... Quanta violência contra as mulheres!

Grande maioria sendo maltratada por seus maridos, companheiros, namorados, enfim pessoas que elas confiaram um dia e não imaginaram que chegaria a esse ponto.
Como as pessoas ficam tão violentas ao ponto de machucar outra pessoa, pessoa essa que amou por um tempo ( eu acho...)

Mulheres que foram mortas, assassinadas, que sofreram violência física e emocional.
O motivo de tudo isso, dinheiro, ciumes, possessividade, pensão, ou ate mesmo maldade ( vai saber...)
Algumas tinham filhos outras não, mas da mesma forma a família nunca mais ira se recuperar de um golpe tão profundo.

Ninguém imagina quando esta apaixonado o que ira acontecer se um dia não sentirem mais o mesmo sentimento, ninguém espera que o companheiro(a) se torne um monstro capaz de tirar a vida de alguém.

Hoje em dia temos que tomar cuidado com quem nos relacionamos, seja no campo sentimental, pessoal ou profissional.
A confiança que normalmente já e difícil de se conquistar, ficou ainda mais preciosa e rara.
A sociedade esta cada vez mais insegura e violenta.

22 de fev de 2010

Segunda chance



Como apenas a nossa presença pode influenciar outras pessoas... de maneira positiva ou negativa, nunca conseguimos nos isolar do mundo que nos cerca.

Muitas vezes não entendo por que tem pessoas que não gostam das outras sem ao menos conhecê-la, sem dá-la uma chance de ver realmente como ela é...
Por que julgamos os outros?
O que é considerado normal ou dentro dos padrões de "boa pessoa"?
Tudo tem que ser perfeito?

Sei que isso acontece sem que percebamos, as vezes até sem querer, mas isso não isenta a culpa por não fazer nada a respeito.

Devemos mudar isso!

Devemos ouvir, conversar e conhecer melhor todos os que convivem conosco.
Podemos estar perdendo a chance de encontrar bons amigos, pessoas interessantes, apenas por causa de um pré julgamento sem fundamento.
Fiz alguns amigos dessa forma, começou que eu não gostava muito da garota ( não ia com a cara dela) de repente começamos a conversar e hoje ela é uma das minhas melhores amigas. Falamos sobre isso e rimos muito. Que bom que eu pude mudar minha primeira impressão.

Tem pessoas que não essa chance a ninguém, faz uma ideia errada sobre alguém e não se importa se isso é verdade ou não. O que essa pessoa não sabe é que as atitudes podem denunciar esse comportamento e deixar a outra pessoa triste por não entender o por que disto ou o que ela fez para merecer isso...

Conhecer nós mesmos, policiar nossas atitudes, olhar a vida com amor e respeito pode ser um bom começo para mudar esse julgamento, essa primeira impressão negativa dos outros, eu acho...

21 de fev de 2010

PS. Obrigada!



Mais uma vez estou escrevendo meus agradecimentos a todos que me felicitaram pelo meu aniversário e o aniversário do meu blog. Então muito, muito obrigada a todos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Fiquei super feliz com as palavras de carinho.
Sintam-se todos abraçados e beijados.

Novidade:
Mudaram novamente meu horário de trabalho .... e agora até me acostumar acordar cedo ou melhor, de madrugada vai demorar um pouco. Então não vou conseguir postar muito durante a semana, mas no fim de semana eu tiro o atraso! kkk
Agora eu acordo no horário que estava chegando em casa... Sou uma amante da noite, não gosto de acordar cedo, nem de trabalhar com sol a pino ... mas fazer o quê? Trabalho é trabalho em qualquer horário ( apesar de ter mais disposição a tardinha, noite e madrugada, rs).
Vamos ver até quando vai durar dessa vez essa mudança desta vez.

18 de fev de 2010

Um ano de Pensadora!!!





SIM!
1 ano de Pensadora Compulsiva!!!
1 ano pensando, indagando, reclamando, compartilhando desde as coisas mais simples(afinal sou uma garota simples!) as que me tiraram o sono a noite. Desde perguntas, curiosidades, desabafos, coisas alegres ou tristes, tudo o que passou em minha cabeça, em minha vida durante o ano todo...

Um blog simples, não me preocupo o tempo todo em gramática, em como vai ficar, simplesmente vou escrevendo, as vezes o que fiquei pensando o dia todo, a noite toda ou o que acabou de me ocorrer num rompante inexplicável... Me desculpem pela sinceridade, eu sou assim! Uma garota simples e sincera...

Mas... eu não teria conseguido passar por tudo isso sem meus Amigos, Seguidores, Visitantes, que sempre que podem deixam seus comentários, me ajudando a enfrentar minhas dificuldades, me incentivando, dando forças, me deixando feliz! Sem vocês eu não teria conseguido paz e vontade de continuar firme nessa jornada.

Então MUITO OBRIGADA A TODOS!!!!
Espero poder contar com vocês por mais esse ano eo próximo e o próximo....

VIVA!!!!





17 de fev de 2010

15 de fev de 2010

Agradeço a um amigo.



Em agradecimento a um amigo.
Obrigada, entendi sua mensagem e vou tentar.
Que Deus te ilumine sempre!!!!


12 de fev de 2010

Mágoa do passado



Não sei o por que o meu passado sempre volta pra me assombrar...
Quando minha vida está um pouco normal, sempre acontece alguma coisa pra me derrubar.
Achei que depois de tantos anos, algumas pessoas não me preocupariam mais, não me afetariam mais... Doloroso engano!

Apesar de serem poucos, três para ser exata, uma hora ou outra acabo me encontrando com algum deles por acaso. Mas o difícil mesmo é encarar suas esposas, seus filhos... Parece que a vida para eles seguiram seu rumo natural, mas eu ainda estou congelada, parada no tempo. Talvez seja por isso que ainda me afete tanto.

Pensei que já estava curada das dores e dos vazios que meu coração sentiu um dia...
Parece que não, as cicatrizes permaneceram e se inflamam de tempo em tempo.

Não é certo me sentir assim, tão arrasada, triste... devia estar feliz por eles... mas fico magoada e não consigo controlar isso. Sou uma pessoa má por me sentir assim?
Tola talvez!...

Me disseram que eu vivo no passado, o problema é que meu presente não é assim tão bom quanto meu passado foi um dia. Tento não olhar pra trás e traçar metas para o futuro, só que ao meu ver estou andando em círculos, perdida em um caminho que suga minhas forças e confunde meus pensamentos. No fim continuo congelada por dentro e fazendo sempre as mesmas coisas, no velho caminho conhecido, no mesmo lugar...



Seus diamantes

Oh,que diabo, diz ela, eu não posso perder para ganhar
E ela volta atrás
Cara muitas vezes eu não sei o que estou fazendo
Como eu não sei agora

Pela luz da lua, ela esfrega os olhos
Diz que é engraçado como a noite pode torná-lo cego
Bem, eu posso apenas imaginar
E eu não sei o que eu devo fazer
Mas se ela se sente mal, então eu também
Então eu deixo que ela seja

E ela diz oooh
Eu não aguento mais
Suas lágrimas como diamantes no chão
E seus diamantes me trazem para baixo
Porque eu não posso ajudá-la agora
Ela estabelece que,
Ela tentou o seu melhor e agora ela não pode ganhar - é difícil
Vê-los no chão
Seus diamantes caindo

Ela se senta e olha para a distância
E leva a noite toda
E eu sei que eu poderia quebrar sua concentração
Mas não me sinto bem

Pela luz da lua, ela esfrega os olhos
Senta na cama e começa a chorar
E há algo mais sobre ela
E eu não sei o que eu devo fazer
Então eu sento e choro muito
Mas não deixo que ela veja

E ela diz oooh
Eu não aguento mais
Suas lágrimas como diamantes no chão
E seus diamantes me trazem para baixo
Porque eu não posso ajudá-la agora
Ela estabelece que,
Ela tentou o seu melhor e agora ela não pode ganhar - é difícil
Vê-los no chão
Seus diamantes caindo

Ela deixa de fora a noite
E tenta fechar os olhos
Se ela pode encontrar a luz do dia? - ela vai ficar bem
Ela vai ficar bem
Só não esta noite.


10 de fev de 2010

Os Gatos


"Nós, gatos, já nascemos pobres
Porém, já nascemos livres
Senhor, senhora ou senhorio
Felino, não reconhecerás."

Quem não se lembra dessa música de Chico Buarque!
Eu sempre adorei, assistia o filme, teatro, qualquer coisa sobre os Saltimbancos.
Ou então o musical Cats...simplismente maravilhoso!!!
Assisti várias e várias vezez, adorooo!!!

Acho que é por que eu amo os animais, qualquer um, todos eles!
Adoro a natureza, o universo, tudo de misterioso e mágico.

Eu não me lembro de como começou minha admiração por gatos, afinal desde que me conheço por gente tenho a companhia de um gatinho, rs.
Sempre gostei deles, são o n°1 da minha lista.
Tem gente que não gosta...acho que é porque não dão uma chance de conhecê-lo melhor. Também existem ideias pré programadas sobre gatos: são traiçoeiros, egoístas, falsos, fingidos e por aí vai...

Não concordo com nada disso!
Eles são inteligentes, limpos, independentes, só demonstram afeição se realmente gosta da pessoa, se ele não confia em você não chega perto nem mesmo por comida, são sinceros em seu afeto, não te morde pelas costas ( como os cães fazem...)além de serem lindos e elegantes... rs.
Acho que não dá pra brigar comigo, sempre defenderei os gatos.
Eu tenho um casal, são meus xodós e tenho também um casal de cães e um casal de canários...não disse que amo os animais!

E para recordar um pouco: Memory de Cats.



Tradução: Memória

Luz do dia
Veja o orvalho no girassol
E a rosa que se desvanesce
Rosas murcham a toa
Como o girassol
Eu ansio girar meu rosto para o alvorecer
Estou esperando o dia.

Meia-noite
Nenhum som do pavimento
A lua perdeu sua memoria?
Ela esta sorrindo sozinha
Na luz da lampada
As folhas murchas aos meus pés
E o vento começa a gemer

Memória
Tão sozinha no luar
Eu posso rir dos antigos dias
Eu ainda era bela
Eu me lembro dos tempos que sabia o felicidade era
Deixe a memória viver novamente

Toda luz de rua
Parece piscar avisando
Alguém resmunga
E a luz de rua apaga
Logo será manhã

Luz do dia
Eu tenho que esperar pelo raiar do sol
Eu tenho que pensar em uma nova vida
E eu não devo desistir
Quando amanhecer
Essa noite também será uma memória
E um novo dia começará

Acabam as queimaduras de esfumaçados dias
O velho frio cheiro da manhã
A luz da rua apaga, outro noite termina
Outro dia amanhece

Toque-me
É tão fácil deixar-me
Tão sozinha com a memória
Dos meus dia de sol
Se tocar-me
Você entenderá o que felicidade é

Olhe
Um novo dia já começou

7 de fev de 2010

Decepção


Éh, ...
Mais uma vez me sinto decepcionada com o " casamento"!
Como havia dito outras vezes atrás, não acredito em casamento porque nunca conheci um casamento que deu certo... E continua assim pra mim.

Agora é a vez do casamento da minha irmã começar a criar rachaduras, pra talvez mais tarde desmoronar.

Ela se casou contra a vontade de meus pais há 3 anos. Meus pais não gostava do genro, achavam que ele escondia sua real personalidade. Eles tinham medo que ela viesse a sofrer mais tarde, mas sabe como o amor é cego! Ela nunca deu ouvidos ao que eles diziam e se casou assim mesmo.

Ela tinha "medo de ficar sozinha, de nunca ter alguém pra envelhecer junto"(palavras dela), assim ela arriscou e parece que o que mãe diz sempre acontece... e aconteceu.

Com o tempo ele realmente começou a demonstrar como era, como queria as coisas, seu ciumes, inveja, arrogância, ao ponto de hoje minha irmã dizer para mim que " Se fosse hoje, ela não teria casado com ele."

Eles não brigam, não tem agressão (Graças a Deus), mas tem discussões, falta de diálogo, falta de compromisso, falta de interação, falta, falta...

Ele voltou a fumar, depois de muito tempo que tinha parado, não gosta que ela estuda, não gosta que ela ganhe mais do que ele, não gosta de ajudar ela em nada.
Ela não gosta que ele saia sem dar satisfação, não gosta que ele vive entrando em dívidas e usa o dinheiro dela pra pagar, não gosta de ter que estudar, trabalhar e cuidar da casa sozinha enquanto ele fica o dia na internet (quando não está no trabalho).

Quando namoravam ele dizia que sabia se virar sozinho, lavava, passava, cozinhava e e ajudava na casa. Hoje ele não frita um ovo.

O pior é quando ela quer conversar sobre o que está acontecendo e ele não fala nada, se torna um monólogo e não uma conversa.

Não sei como isso vai ficar, mas com certeza será mais um casamento só de aparência feliz, como muitos por aí...
Aí fica minha pergunta: Existe casamento feliz, a longo ou curto prazo?


1 de fev de 2010

Fevereiro

Chegou Fevereiro...

Mês do meu aniversário e aniversário desse blog (...é eu só não me esqueço do meu aniversário, rs , fazer o quê...).

Mais um ano se passou... tão rápido...


Vou avisar que normalmente fico deprimida antes do meu aniversário, acontece todo ano, então se eu começar a postar coisas muito, muito chatas...me desculpem, ou então vou acabar postando coisas sem nexo, kkkk...me desculpem também por isso....


Como na virada do ano, não pretendo fazer promessas ou pedidos, quero que aconteça o tiver que acontecer. É demasiado a dor que me sufoca quando espero/desejo muito algo e não acontece, acho melhor não ter grandes expectativas assim o que acontecer já me deixará feliz (eu espero! ).
Não é que eu não tenha sonhos, tenho muitos! Mas não vou viver me apegando somente a eles.
É estranho falar desse jeito, parece que estou me traindo, sei lá, me enganando... Acho melhor nem pensar, vou deixar o tempo passar afinal ele não espera por ninguém!


Também não vou fazer nenhum balanço da minha vida, já sofri muito apenas vivendo e não vou querer me lembrar de tudo o que passou só pra ficar ainda mais deprimida. Realmente não tem como consertar o que passou, então é só aprender com o erro e tentar não cometê-lo novamente.


Tem uma coisa que eu posso tentar fazer nessa nova etapa da minha vida: me arriscar mais, acho que eu vivo sempre na minha área de segurança e mesmo assim sempre acabo machucada, aí quem sabe eu posso criar coragem e me arriscar um pouco mais e sair para conhecer melhor a vida lá fora... quem sabe, não posso garantir. Normalmente as pessoas tendem a ficar em sua zona de proteção, com o que é conhecido e não se arriscam.
Porém, como podemos saber se é o melhor a fazer? Não arriscar? Não tentar? Será o melhor pra nós mesmos ou para os outros?

Melhor para por aqui... já estou pensando de mais, como sempre...rs.