4 de dez de 2010

Poesia




Onde você vê um obstáculo,
alguém vê o término da viagem
e o outro vê uma chance de crescer.
Onde você vê um motivo pra se irritar,
Alguém vê a tragédia total
E o outro vê uma prova para sua paciência.
Onde você vê a morte,
Alguém vê o fim
E o outro vê o começo de uma nova etapa...
Onde você vê a fortuna,
Alguém vê a riqueza material
E o outro pode encontrar por trás de tudo, a dor e a miséria total.
Onde você vê a teimosia,
Alguém vê a ignorância,
Um outro compreende as limitações do companheiro,
percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo.
E que é inútil querer apressar o passo do outro,
a não ser que ele deseje isso.
Cada qual vê o que quer, pode ou consegue enxergar.
"Porque eu sou do tamanho do que vejo.
E não do tamanho da minha altura."

Fernando Pessoa

Não sei o nome desse poema, encontrei ao ler sobre o autor e achei que era uma ótima maneira de descrever como é a vida.

3 comentários:

  1. Realmente tudo é feito de pontos de vista diferentes.
    Bela poesia e exímio escritor!

    ResponderExcluir
  2. por isso se diz que a verdade são duas verdades, cada ser entende um assunto com a sua forma de entendimento
    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Pessoa, adoro Pessoa!Nós somos do tamanho do que vemos e não da nossa altura adoro isso.Com certeza cada pessoa tem um olhar, um ponto de vista e não quer dizer com isso que ela esteja certa ou errada ela apenas pensa diferente e ponto final.
    Beijos

    ResponderExcluir