11 de jun de 2010

Descoberta


Junho.
Mais um dia dos namorados sozinha!....

Fiquei assustada quando percebi que talvez tenha achado a "causa" disso.
Minhas amigas dizem que sou muito exigente, até minha mãe disse que eu só vejo os defeitos nos meus futuros pretendentes, pode?!!

Foi aí que eu vi que realmente não me contento, como vou dizer... se não for perfeito pra mim.
Sei que Perfeição não existe (aí que mora o perigo...), assim continuo sozinha, procurando o "Sr. Perfeito".
Já pensei ter encontrado (por 2 vezes), mais foi alarme falso.

Bom, já que eu vejo mais defeitos que qualidades, essas perguntas surgiram: Qual quantidade de defeitos é tolerável?; Quais defeitos são insuportáveis e quais não são? Que qualidade anularia os defeitos?
Ou será que tudo depende da atração? As vezes tem outras não...
Ou será culpa do Amor? Amamos apenas uma vez na vida, se já amou... não acontecerá novamente...

Faz tempo que estou sozinha, nem sei mais por quê... Parece que me desconectei com o mundo dos namoros... Não sei mais se tenho cura...

Sou mesmo exigente ou não quero mais sofrer?
Sei de tantos exemplos mal sucedidos de namoros, noivados, casamentos, que estou tomando cuidado excessivo na minha escolha?
Será? ? ?

Como eu queria que fosse tudo mais fácil, mais simples como dizer:
So Kiss Me...

Feliz Dia dos Namorados!!!

3 comentários:

  1. Amiga, se abaixarmos o nosso nível de exigência poderemos cair na armadilha do "antes mal acompanhada do que só". O que é péssimo. Mas, "antes só do que mal acompanhada" não é menos ruim. É um dilema. Eu, na minha "idade avançada" rsrsrs...ainda acredito que tudo tem sua hora para acontecer. E acontece quando menos esperamos. Só é preciso estar receptiva. A vida é cheia de surpresas que podem ser boas. Mas enquanto esperamos que cheguem, temos de aprender a nos bastar. Porque só quando não precisarmos de ninguém para sermos felizes é que estaremos prontas prá ter alguém com quem compartilhar a vida.
    bjos.

    ResponderExcluir
  2. Sabes eu penso que não tem haver com o nivel de exigência, mas com amor mesmo,hoje em dia as relações estão banalizadas e não se procura realmente alguém que se ame em que se pense passar o "resto" da vida, mas uma simples atracão física uma paixoneta serve, quando o fogo acaba tudo se desvanece, então acho que pessoas como tu já existem poucas o que é uma pena pois o verdadeiro amor um dia chega e a pessoa não esta disponível e nem dá por ele, tudo tem o seu tempo e o teu chegará na hora certa.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Bom seria se a vida fosse como nos filmes ou novelas, quando tudo acaba bem e todos vivem felizes para sempre.
    Talvez a felicidade esteja se tornando uma idéia ultrapassada, ou até mesmo uma causa perdida...
    Palavras de quem também passou o 12 de junho na solidão...

    ResponderExcluir