24 de out de 2009

Encontrei



Estava arrumando algumas coisas minhas e encontrei escrito em uma capa de caderno antigo, da época do colégio esse poema:

"Quantas vezes me senti um fingidor, dono de uma vã personalidade, dias em que a luta pela sobrevivência era uma razão banal.
Me entreguei a falsas ilusões, espantoso delírio, percorri vários mundos sem tirar os pés do chão.
Gargalhadas e lágrimas se alternaram em minha decomposição.
Como foi bom ser dono de mim, desafiar o perigo e olhar com tom provocante os limites da minha insensatez.
Fui o jogador, meu campeão, fui o melhor, o grande, capaz de reverter qualquer situação, e sinceridade eu fui tão forte que consegui acreditar na minha própria mentira.
Só que tudo isso passou, foi quando eu procurava deseperadamente um pai, uma mãe, meus amigos e por incrivel que pareça me encontrei dentro de mim.
Fiquei estático ao perceber o quão verdadeiramente grande eu era, e continuo sendo, descobri que nunca é tarde para amar, nunca é tarde pra se amar e que nunca é tarde para amor nenhum, basta ter coragem de correr e se livrar da escuridão chorosa e profunda, gritar então anunciando o novo despertar, raios de felicidade nascerão o passado será o aprendizado, o presente forte convicção e o futuro a confiança, sorriso largo, o complemento da minha verdadeira transformação."

Bom, não sei se está completo o poema ou se é alguma parte de um livro, não encontrei o autor e faz tanto tempo...uns 7 anos mais ou menos que escrevi no meu caderno e pra falar a verdade...não ando muito bem de memória...
Gostei de ter encontrado, são palavras bonitas, que pra mim quer dizer que sempre é tempo de recomeçar apesar do quão difícil pode estar sendo a vida, sempre podemos encontrar o amor e a felicidade.
Seja qual for a sua interpretação.... espero que tenha gostado!

2 comentários:

  1. Oi!!
    Realmente, foi um belo achado!
    Às vezes, encontramos mensagens ótimas para os exatos momentos em que estamos vivendo... Não é mesmo?!
    Sempre há tempo para recomeçar...
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    São palavras muito animadoras e que fazem muito bem a quem precisa delas, mais do que tudo transmitiste uma mensagem de ânimo e de esperança, sem isso a vida perde o seu sentido.
    Bjinhos,
    marisa

    ResponderExcluir